Quem sou eu

Minha foto
Sou casado, pai, cristão, membro e Presbítero da IPB de Cambui, no sul de Minas Gerais. Formado em Pedagogia pela Universidade do Vale do Sapucaí - UNIVÁS, em Pouso Alegre, Pós-Graduado em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Administração e Informática - FAI, em Santa Rita do Sapucaí, e Especializado em Políticas Públicas pela UFSC, em Florianópolis.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Como combater o stress...


Afinal de contas, você sabe o que vem a ser o “stress”? Esse ‘trem’ que muitos dizem ser o mal dos tempos modernos que atormenta o ser humano? Pois é, sempre ficamos preocupados, inquietos e muitas vezes ansiosos com coisas importantes em nossas vidas, e muitas vezes também por coisas sem valor. Para muitas pessoas, e talvez você seja uma delas, a ansiedade está tão presente no seu ritmo de vida, que já aprendeu a viver com ela.

Tratamos esta ansiedade como se ela fosse boa, algo que valesse a pena sentir, quando na verdade não o é, pelo contrário, é extremamente prejudicial. A preocupação atrapalha nosso pensar, divide nossa atenção e nos impede de concentrar naquilo que estamos fazendo ou envolvidos. Para piorar mais, nosso corpo reage à pressão prolongada sobre nossa mente e pensamentos, sofrendo e gastando mais energia do que deveria. A este processo é que denominamos de stress, e o mesmo pode se manifestar fisicamente através de dores de cabeça, pressão arterial elevada e ataques do coração.
Alguns psicólogos dizem que o stress não é de todo prejudicial, que ele nos faz atingir um nível de atividade e atenção que em repouso ou sem a pressão por determinada tarefa nós não atingíssemos, porém é certo dizer uma coisa: independente do local ou área ou atividade em que você atue ter uma vida de esgotamento físico e mental não é a vontade de Deus para nós.
Uma clara descrição do que acontece com um indivíduo estressado pode ser definida através dos seguintes sintomas: qualquer coisa te irrita facilmente, você sente um cansaço enorme, você ‘pega’ resfriados e gripes com freqüência, anda muito distraído às vezes só querendo ficar em casa e dormir, sente uma tristeza que não passa, não tem mais de onde tirar forças para continuar sua batalha diária, sente dores em várias partes do corpo, se pudesse não iria trabalhar nem falaria com ninguém, quando percebe está gritando com as pessoas, sente crises de pânico, às vezes pensa que vai morrer logo, qualquer mínimo barulho te incomoda, sente medo ou vários tipos de medos, e principalmente anda muito esquecido.

Penso que uma das melhores maneiras de se combater este mal, e nos livrar da preocupação é substituí-la por alguma coisa positiva. E um bom caminho é colocar na mente a palavra de Deus. Deus tem sempre alguma coisa a nos dizer quando estamos preocupados. Se nos sentimos fracos ou impotentes diante de algum desafio, ele nos diz: “Tudo posso naquele que me fortalece” em Filipenses 4:13.  Você pensa que seu salário desse mês não vai dar para pagar as contas, e comprar alimentos e vestimentas para você e sua família? Ele nos lembra que “De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;” em Mateus 6:31-32.
Jesus disse que não devíamos andar inquietos, presos ao consumismo, a moda e as pressões da sociedade: “E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam” em Mateus 6:27. 
O certo é que perdemos tempo e energias pensando todo o tempo nas preocupações, em vez de fortalecer nossa confiança no Senhor. Ele sempre está conosco e atento as nossas necessidades e aos desafios que enfrentamos. Ele é o Senhor! Senhor de todas as coisas e precisamos falar com Deus, pedir ajuda a Ele e aprender a descansar no Pai. Ótima semana a todos, a gente se fala...

Nenhum comentário:

Postar um comentário