Quem sou eu

Minha foto
Sou casado, pai, cristão, membro e Presbítero da IPB de Cambui, no sul de Minas Gerais. Formado em Pedagogia pela Universidade do Vale do Sapucaí - UNIVÁS, em Pouso Alegre, Pós-Graduado em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Administração e Informática - FAI, em Santa Rita do Sapucaí, e Especializado em Políticas Públicas pela UFSC, em Florianópolis.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Você tem influenciado ou se deixado influenciar?



Desde pequeno alguns de nós aprendem e ouvem dos pais a velha, porém corretíssima, ‘ladainha’: cuidado meu filho com as más companhias, ou então mais tarde quando jovem, ouvimos aquele dito popular: diz-me com quem andas e te direi quem tu és... O fato é que aqueles que nos amam querem que nós tenhamos atenção com as pessoas que nos relacionamos, e principalmente que não deixemos que as más influências direcionem o nosso pensar e agir.

            É certo dizer amigos, que nessa história de “influenciador x influenciado” não existe meio termo, não tem ponto neutro. Não tem como eu dizer: ‘ah, eu sou mais ou menos influenciado pelos meus amigos, ou então, eu tento de vez em quando influenciar meus colegas de trabalho'. Não, isso certamente não acontece. Ou você influencia as pessoas ao seu redor, ou, com certeza, faz parte daqueles que são influenciados pelo meio que o cerca.
            A história é marcada por fatos, mas também e principalmente por pessoas. Pessoas que influenciaram uma geração. Através de lutas, de pensamentos, de estudos, de pesquisas, de conquistas. Sempre existiram, existem e vão existir pessoas que fazem a história, que conhecem a história, ou que se tornaram a própria história. Mas também sempre irão existir pessoas que não farão história, que não a conhecerão e muito menos se tornarão história. Das quais nos lembraremos apenas por conta das datas de nascimento e de falecimento. Que passaram por esta breve passagem terrena sem deixar nenhum legado e sem influenciar ninguém.
            Em relação às pessoas que possuem um relacionamento sério com Deus, esta questão é mais incisiva ainda, pois Ele firmou um chamado conosco através de Jesus, para que sejamos influenciadores, ou boas influências para com as pessoas com as quais nos relacionamos. Se olharmos para o que a palavra de Deus nos diz, no livro de Mateus, capítulo 5, vemos que ‘...Vós sois o sal a terra...Vós sois a luz do mundo... Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus...’.
            Aí você pode pensar: ‘puxa vida, eu não sei falar bem como fulano, ou eu não sei falar das coisas de Deus como beltrano..’. E eu te digo que o mesmo Deus que utilizou de discípulos e profetas no passado, é o mesmo Deus que age hoje, por intermédio da sua palavra e da ação do Espírito Santo. E através principalmente de pessoas... Pessoas que queiram exercer este papel de influenciadores, que coloquem suas vidas nas mãos de Deus e demonstrem, a seu modo, de todo o coração, o desejo de servir e honrar a Deus.
            Acredito piamente naquela máxima que Deus não escolhe premeditadamente apenas pessoas de grande oratória, pessoas com grandes recursos didáticos, mas Ele com certeza capacita seus escolhidos.

            Deus quer usar a você, a mim, para que sejamos instrumentos de benção para a nossa geração. Pense nisso, pense de que maneira você pode influenciar para o bem as pessoas, o seu ambiente de trabalho, seu ambiente familiar, faça a diferença e não seja apenas mais um na vida a passeio... A gente se fala.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

O fenômeno é história...


Pois é, quem assistiu os telejornais, programas e debates esportivos na última semana não conseguiu escapar ou fugir do tema “Ronaldo”... O craque brasileiro encerrou profissionalmente sua brilhante carreira de forma melancólica por conta das dores e da luta contra o excesso de peso, devido ao hipotireoidismo, disfunção esta que faz com que a pessoa tenha seu metabolismo desacelerado e uma facilidade para ganhar peso fora do comum.

Quando Ronaldo voltou a jogar no Brasil em 2009 pelo Corinthians, e no clássico contra o Palmeiras ele entrou no 2º tempo e marcou de cabeça o gol de empate de sua equipe contra o arquirrival no final do jogo, eu escrevi um artigo na época onde dizia que como tantos outros, também duvidei se ele conseguiria voltar a jogar, de maneira competitiva, sendo importante para sua equipe, e neste mesmo texto me perguntava se Ronaldo teria noção do quanto era abençoado por Deus por fazer o que gosta e com sucesso.
Dois anos depois, e poucos dias após o anúncio oficial de sua aposentadoria dos gramados, me pego novamente a pensar se ele continua sem se dar conta do quanto Deus o ama, e se importa com sua vida. Apesar das graves lesões, dos problemas extra-campo, Deus abençoou a vida do jogador, trazendo-o de volta aos gramados para que ele fizesse aquilo que mais gostava.
Com certeza o “fenômeno” não conhece o Deus no qual eu creio, com o qual você se relaciona constantemente, nas horas boas, de sucesso e de vitória, e nas horas tristes e de derrota. Do alto de Sua imensa sabedoria, Deus tem um plano para a vida do ex-jogador Ronaldo Fenômeno e também na vida do homem Ronaldo Luis Nazário de Lima. Só precisa de uma coisa, simples: que ele Ronaldo entenda que não há vida completa sem Deus, sem um relacionamento com Ele. Talvez muito desse vazio que o fenômeno procurou preencher com mulheres, não-mulheres, baladas, bebidas, cigarro, seja uma fuga ou uma busca por algo que só encontramos quando Deus ocupa o centro de nossas vidas.
Do menino que saiu de Bento Ribeiro, e passou por São Cristóvão, Cruzeiro, PSV-Eindhoven, Barcelona, Inter de Milão, Real Madrid, Milan, Corinthians, e principalmente a seleção brasileira, ficam as lembranças, os lances geniais, os recordes, as conquistas. Poderia me ater aqui também nas derrapadas fora de campo, ou até mesmo a forma, ou ausência dela, em seus últimos dias como atleta, mas prefiro lembrar as alegrias que o craque nos proporcionou.

Desejo muito sucesso ao Ronaldo na sua carreira de empresário, muita saúde para ele e sua família, mas muito mais do que isso, espero e vou orar para que ele possa conhecer o maior fenômeno de todos: o Deus do impossível. A gente se fala...

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

É necessário refletir...


Recentemente li um artigo em um conhecido periódico que, segundo denúncias, a campanha de vacinação em massa contra a rubéola, que nosso governo recentemente realizou, é uma grande farsa, desnecessária e tem como verdadeiro objetivo a redução da taxa de natalidade no Brasil, pois em sua fórmula existiria a presença de uma substância com esse fim, e que esse tem sido um projeto de certa “entidade mundial” em países em desenvolvimento ou de 3º mundo, com o apoio dos governos destes. Tal denúncia é baseada também em dados estatísticos do número de casos da doença no Brasil, um número muito baixo nos últimos anos, para que tal campanha fosse realizada.
Assim como esta história, e não estou dizendo que a mesma é verídica ou não, outras tantas estão por aí na rede mundial ou em materiais publicados trazendo denúncias, teorias da conspiração, que o ataque às torres gêmeas teria sido organizado pelo próprio governo dos Estados Unidos, crimes contra humanidade, crimes contra o meio ambiente, que a Amazônia seria um território que pertence aos Estados Unidos, etc e tal.
E a questão relevante que precisamos avaliar e que gostaria de debater é: Verdade? Mentira? Invenção de mentes perigosas? Loucos que têm o livre acesso aos meios de comunicação? Não sei, talvez... O importante é como isso me afeta, como isso nos afeta, conforme o que Deus nos ensinou e o que Ele quer para nossas vidas.
Tudo aquilo que o homem realiza, gere, constrói, produz, e que não está de acordo com o propósito e os desígnios de Deus, certamente o resultado final não é bom... No instante em que estou terminando de formatar este texto, para inserir em nosso blog, um canal de TV anuncia mais uma grande tragédia, ocorrida por conta da falta de responsabilidade na construção de um prédio de apartamentos. De uma maneira absurda, não se dá o valor devido ao maior bem que nosso Deus nos deu: o próprio dom da vida. Mas por quê? 
O homem vem brincando de Deus nos últimos tempos. Com os avanços da ciência e da tecnologia, e também não estou dizendo que acho isso ruim ou que seja contra as pesquisas, o ser humano se sentiu “meio que deus”, meio que dono da verdade, meio que dono do seu próprio nariz. É clonagem de seres para cá, busca da estética perfeita para lá, macaco mutante, soja trangênica, e por aí vai... E assim vamos nos esquecendo daquele que nos criou com um propósito, e que cuida até mesmo das pequeninas aves, sem se esquecer de nenhuma delas.
Fomos criados com o livre arbítrio sim, para que cada um possa agir da maneira que mais lhe apraz... Mas isso não quer dizer que posso agir de qualquer maneira, sem responsabilidade sobre os meus atos. Isso pode ter um preço, e bem alto... Problemas, doenças, dificuldades, insucessos, tragédias. Fases difíceis, todos nós temos, já tivemos ou ainda vamos ter. A vida é um ciclo e ninguém, nem o próprio Deus disse que nossa passagem por este mundo seria um mar de rosas. Mas é preciso saber ler nas entrelinhas o que um problema quer dizer... Aprendizado... Alerta... Cura... Mudança... É certo que além da clara crise ética e moral na humanidade, o que realmente está fazendo falta às pessoas é um “cadinho de Deus” em suas vidas. Seja na família, seja no trabalho, seja na política, seja na ciência, seja na escola, seja no amor, seja dentro de mim mesmo... 
O meu desejo é que ao ler este texto, você pare para refletir um pouco... Não apenas sobre as notícias que ouve, lê ou assiste todos os dias nos jornais, rádios e canais de televisão, mas principalmente sobre como vai a sua vida, como a tem vivido, como tem usado seu tempo. E a partir daí, espero que Deus possa ter mais espaço na sua rotina diária. Separe um tempo para conversar com Ele, leia a Bíblia, busque um relacionamento com Aquele que te ama tanto, que foi capaz de enviar o próprio filho para morrer por nós na cruz, e nos resgatar dos nossos erros. A gente se fala...

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Rapidinhas da notícia II...


Pois é pessoal, mês de fevereiro bombando, e estamos de volta com algumas rapidinhas interessantes deste período. Algumas notícias pitorescas, outras nem tanto, com uma ponta de pitaco pessoal, confiram:
- Corinthians eliminado na pré-libertadores - O Corinthians se superou mais uma vez, e foi desclassificado na pré-libertadores 2011. Tudo bem que eu como torcedor do Vasco da Gama não estou podendo pegar no pé dos colegas torcedores do ‘timão’, mas sem dúvida nenhuma esse fiasco mostrou que falta muito ainda pro time paulista conseguir seu ‘passaporte’. Nem a vitória contra o arquirrival Palmeiras amenizou a pressão pelos lados do Parque São Jorge. O maior ídolo até outro dia, o ‘grande' Ronaldo fofômeno, agora é o vilão, ao lado de Roberto Carlos e do técnico Tite. E como disse uma colega e torcedora pelo twitter, ‘o curintia tinha um sonho, mas o Ronaldo comeu....’, sem comentários.
- Dilma anuncia remédios para diabetes e hipertensão de graça - Ao completar seu primeiro mês de governo, a ‘presidenta’ Dilma Rousseff anunciou na última semana a gratuidade para medicamentos contra a diabetes e a hipertensão em uma rede de 15 mil farmácias conveniadas ao projeto rede Farmácia Popular. A medida foi uma das primeiras promessas de sua campanha, que já garantia desconto de 90% em medicamentos contra uma série de doenças, inclusive diabetes e hipertensão. As drogarias conveniadas terão até o próximo dia 14 de fevereiro para começar a garantir a gratuidade destes medicamentos. Também, com o preço que estão as coisas quando a gente vai no supermercado, todos estão ficando com a pressão alta e a taxa de açúcar lá nas alturas... O remedinho tem que ser de graça mesmo...
- Adam Sandler ganha estrela na Calçada da Fama - Mais um artista norte-americano ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood: Adam Sandler, famoso por suas comédias, é a personalidade de número 2.431 a receber esta homenagem, que acontece pouco antes do lançamento de seu novo filme: “Esposa de mentirinha”, que será lançado amanhã, 11 de fevereiro, nos Estados Unidos, e no dia 04 de março no Brasil. 
Seu último filme, “Gente grande”, é a maior bilheteria de sua já vasta carreira, com mais de U$ 271 milhões acarrecadados em todo o mundo. Sandler estrelou muitos sucessos como Zohan – o agente bom de corte, Eu os declaro Marido e… Larry, Click, Tratamento de choque, Embriagado de amor, O paizão e tantos outros. O ator, que nasceu no bairro do Brooklyn, em Nova York, iniciou sua carreira fazendo shows de stand-up comedy, tipo de humor que vem fazendo sucesso com o público brasileiro através da nova geração de artistas. Parabéns ao ator Adam Sandler pela estrela na calçada, e pelo sucesso, o cara merece...
- Cidade de Nova York/USA, estende proibição de fumar a parques e praias - O Conselho da cidade de Nova York aprovou este mês uma lei que estende a proibição de fumar a parques municipais, praias e outras áreas de pedestres, como uma de suas mais conhecidas e importantes avenidas, a Times Square. O Prefeito da cidade, Michael Bloomberg, destacou que com essa medida, os cidadãos de Nova York que forem aos parques e praias por ar fresco e diversão poderão respirar um ar ainda mais limpo e sentar-se em uma praia livre de bitucas de cigarro. A proibição aprovada por uma votação entra em vigor até o mês de maio de 2011, em 1.700 parques e 23 km de praias. As multas pelo não cumprimento da medida serão de US$ 50.
É interessante lembrar que em Nova York já é proibido fumar em bares e restaurantes desde o ano de 2002. Grupos de direitos dos fumantes protestaram, afirmando que a medida representa uma redução de suas liberdades. No Brasil temos a lei, mas as pessoas não cumprem, a começar por quem deveria dar o exemplo. Os grupos de direitos dos fumantes que me desculpem, mas se estão reduzindo suas liberdades, onde ficam os nossos direitos, nós que não fumamos? Aqui em Cambuí, as pessoas poderiam começar a obedecer a lei e não fumar em lugares fechados, repartições, escritórios. Ar limpo, please! A gente se fala...

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Presidente ou Presidenta...


Nas últimas semanas, realizamos uma enquete em nosso site/blog sobre a preferência do cidadão brasileiro ao se referir a Sra. Dilma Rousseff, que foi eleita mandatária do cargo executivo mais importante de nossa nação no pleito do ano passado.
Infelizmente nem todas as pessoas que passaram pelo nosso blog votaram na enquete, por isso o universo de amostragem das opiniões não foi tão expressivo, porém o resultado interessante: 09 pessoas, ou 56% dos participantes preferem se referir a Dilma como Presidente Dilma Rousseff. Já outras 07 pessoas, ou 44% que responderam nossa enquete preferem se referir como Presidenta Dilma Rousseff.
Mas qual seria a forma correta da gramática da língua portuguesa para esta situação? Presidenta ou Presidente? Pesquisando alguns dos principais professores renomados na área, como são os casos de Paulo Flávio Ledur ou Pasquale Cipro Neto, verificamos que as duas formas estão corretas, porém ainda há muita controvérsia entre os gramáticos.
O Partido dos Trabalhadores usou durante a campanha presidencial a palavra “presidenta” para frisar que se eleita, Dilma seria a primeira mulher a ocupar a presidência da república no Brasil. No primeiro turno essa estratégia não foi tão determinante porque Dilma teve uma concorrente mulher, Marina Silva, que partilhava dos mesmos anseios, mas no segundo turno com certeza isso foi um ponto importante da sua vitória sobre José Serra.
Na Argentina, onde também temos uma mandatária mulher na Casa Rosada, a Sra. Cristina Kirchner, houve discussão semelhante quando a mesma se apresentou como candidata. E para acabar com a discussão, Kirchner fez questão de dizer em um dos seus primeiros discursos, que os meios de comunicação deveriam se acostumar com a idéia de chamá-la de presidenta, e não presidente.
Como vemos esta é uma discussão que vai além da ortografia ou gramática da língua utilizada em questão, mas trata-se de algo que mostra a mudança na sociedade, a “tomada do poder” por parte das mulheres, que cada vez mais são maioria no mundo acadêmico, e disputam o mercado de trabalho de igual para com os homens. 
Bom, já que as duas formas estão corretas, seja feita a vontade de Dilma, de Cristina, de serem chamadas de “Presidenta”. Mas presidente ou presidenta a parte, que a mesma realize um bom governo, com as reformas necessárias, com os investimentos urgentes na área de infra-estrutura e que nosso país continue a figurar entre os países emergentes do século atual, para o bem do nosso povo. É o meu desejo e a minha esperança. A gente se fala...