Quem sou eu

Minha foto
Sou casado, pai, cristão, membro e Presbítero da IPB de Cambui, no sul de Minas Gerais. Formado em Pedagogia pela Universidade do Vale do Sapucaí - UNIVÁS, em Pouso Alegre, Pós-Graduado em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Administração e Informática - FAI, em Santa Rita do Sapucaí, e Especializado em Políticas Públicas pela UFSC, em Florianópolis.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Natal, tempo de...

Mais uma vez dezembro, mais uma vez Natal... É tempo de reflexão, de fazer um balanço, de rever alguns conceitos, não de uma maneira triste e contrita, mas de uma maneira festiva, um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas.
É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca. É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações. Sempre é tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui. Natal é noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.
O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Cristo dentro do seu coração. Que neste Natal, você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, e que este sentimento traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo com que você viva sempre com felicidade.
Fim de ano também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz. Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes. Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua plenitude, como se fosse o último. Que queremos nos renovar e buscar os grandes milagres da vida a cada instante. Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver, de novo. 
Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos! Lembre-se: Sim, nós podemos tudo... Feliz natal e um próspero ano novo a todos os amigos do Blog papo Virtual, obrigado pelas visitas, mensagens, emails, e principalmente por me deixar entrar em suas vidas através de nossos textos. A gente se fala...

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Top Model...


Fim de ano, início do verão se aproximando, muito sol e calor, e nosso país fica movimentado por conta das semanas de moda, principalmente no Rio e em São Paulo. As “fashion weeks”, como são chamadas, movimentam um capital tremendo vendendo mais do que roupas e grifes de fabricação “tupiniquim” e importada, vendem estilos e propagam modelos a serem seguidos por crianças, jovens e adultos no Brasil, e por conta da globalização, porque não dizer por este mundo afora.
A moda e a mídia também fazem com que estes modelos de beleza até certo ponto esqueléticos sejam referências para nossos meninos e meninas que cultuam a aparência “cadavérica”, mesmo sabendo que o modelo de mulher brasileira, e latina, tem bem mais “sustância” que as frágeis meninas das capas de revista.
Mas eu não quero me ater com você em relação aos modelos externos de beleza, mas sim em relação ao que temos dentro de cada um de nós, a “essência” de nosso ser, o “modelo” de comportamento, de postura, de atitude perante a vida, em relação a si próprio e aos outros.
A questão de ser ou não modelo para as outras pessoas não depende de nós. Mesmo que não queiramos ou desejemos tal tarefa, que façamos de tudo para evitá-la, não adianta, ela nos é imposta por conta da maneira como agimos em relação ao nosso próximo, da maneira como as mesmas nos observam, nos avaliam e nos encaram: modelos positivos ou negativos.
Somos modelos como pais, como filhos, como avós, como empregados, como patrões, como amigos, como cônjuges, seja como for, de alguma maneira e em algum momento somos considerados modelos, “top models” para aqueles que nos cercam ou não... E quanto mais pública é sua vida, como é o meu caso, quanto mais contato com as pessoas, maior essa avaliação sobre sua pessoa.
E a pergunta que eu faço é a seguinte: que tipo de modelo você tem sido? Um modelo positivo, confiável, que resiste às intempéries, que se esforça para passar coisas boas para as pessoas que o rodeiam, ou alguém chamado problema, alguém frágil mentalmente, que ao primeiro “vento mais forte” se dobra e não passa confiança nem para si mesmo quanto mais para os outros?
Se existe alguém que passou por este nosso mundo e só deixou bons exemplos e é o modelo a ser seguido, este é o nosso Senhor Jesus Cristo. A encarnação do verbo, o Deus-Homem, nasceu, viveu, sofreu, passou por tudo que nós seres humanos passamos, e com um “agravante”: Ele era o Filho do próprio Deus... E mesmo assim suportou, venceu, cumpriu tudo aquilo que já estava escrito, carregar sobre si os nossos pecados, em nome de uma causa maior: nossa salvação. 
Que nós possamos ser bons modelos, seguir os ensinamentos de Jesus, tendo uma vida humana sim, imperfeitos, com altos e baixos, alegrias e angústias, vitórias e derrotas, mas compreendendo e sabendo lidar com cada situação, sejam elas boas ou ruins. E que tomemos como nosso ‘Top Model’ Aquele que fez por onde: Jesus. Ótima semana a todos, a gente se fala...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Sim, você pode...

Como sempre faço, trago para este nosso bate-papo virtual algo que tenha acontecido comigo mesmo ou que tenha chamado a minha atenção em algum fato ocorrido. Esta semana quero me ater ao jargão utilizado na campanha presidencial nos Estados Unidos pelo então candidato Barack Obama: YES, WE CAN, ou traduzindo, sim, nós podemos, que nos leva a pensar que quando queremos de verdade algo, e nos empenhamos para atingir este objetivo, nada nos impede.
Muitas vezes quando sonhamos e desejamos alguma coisa, buscamos por isto de maneira desorganizada, reviramos tudo, principalmente se estamos com a cabeça quente. E desta forma este desejo se torna algo mais distante do que realmente é. Um grande amor, voltar a estudar, um emprego, que é algo tão procurado em tempos de crise, um carro ou uma casa, seja qual for a nossa “necessidade”, muitas vezes a solução se encontra mais próxima do que pensamos, ou é mais simples do que fantasiamos em nossa mente vã...
Aquela pessoa que você nunca ousou nem olhar achando que seria “muita areia pro seu caminhão”, pode ser o grande amor da sua vida sim, basta que você se dedique e demonstre o sentimento por esta pessoa...
Aquele carro, ou casa, ou qualquer outro objeto material que você tanto gostaria de ter, até mesmo para poder dar um conforto maior à sua família, e que pensa não ser merecedor ou capaz de adquirir por causa de sua situação financeira, é possível sim, basta que você dê alguns ajustes e faça opções de prioridade em sua vida...
Aquele emprego tão necessário que faria com que você resgatasse sua auto-estima, podendo cuidar de sua vida e família, é possível sim. Como? Se o desemprego é grande e as vagas são poucas? Basta correr atrás e demonstrar àquele que está oferecendo estas vagas que você é a pessoa certa para aquele trabalho e, principalmente, quando já empregado, mostrar gratidão divina por este emprego conquistado...
Aquele curso, ou faculdade que você tanto sonha e vê tão distante, não é um sonho tão impossível. Hoje existem tantas maneiras para que você consiga se graduar e pagar de uma maneira mais suave: FIES, bolsa de estudos, etc. Basta que você organize sua vida e planeje esta “volta” aos estudos, que é possível sim cursar a tão sonhada faculdade e pegar o seu “canudo”... E outras tantas situações podem ser aquelas que “afligem” a sua vida meu amigo. Não importa o que seja, com determinação, planejamento, e FOCO, podemos atingir nossos objetivos.
Em uma época em que todos dizem “Feliz Natal, e um ano novo repleto de coisas boas, que todos os seus sonhos se realizem”, eu só posso pensar e desejar que no ano de 2011 possamos sim atingir os nossos objetivos, mas que para isso você saia da zona de conforto e faça por merecer tudo de bom que Deus tem reservado para sua vida. Deus tem reservado muitas bênçãos para nós, emprego, namorada, filhos, casa própria, um diploma. Mas precisamos tomar uma atitude e tomar posse desta benção e isso só é possível quando entregamos nossa vida a um relacionamento verdadeiro com Ele. 
Lembre-se daqui pra frente que “sim, eu posso”, “posso tudo”, “tudo posso Naquele que me fortalece”, mas para isso preciso fazer antes a minha parte. Nada cai do céu, pelo menos não de graça. Que Deus abençoe imensamente as nossas vidas e que o espírito do Natal invada os corações de uma forma como só Jesus Cristo sabe fazer neste mês de Dezembro que se inicia. A gente se fala...