Quem sou eu

Minha foto
Sou casado, pai, cristão, membro e Presbítero da IPB de Cambui, no sul de Minas Gerais. Formado em Pedagogia pela Universidade do Vale do Sapucaí - UNIVÁS, em Pouso Alegre, Pós-Graduado em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Administração e Informática - FAI, em Santa Rita do Sapucaí, e Especializado em Políticas Públicas pela UFSC, em Florianópolis.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Bom humor, sempre o melhor remédio...

Quando paramos para refletir sobre o bom humor sempre vem à nossa mente a imagem de uma pessoa sorridente, uma atitude de bem com a vida. Sorriso, isso mesmo. Sorria... Sempre... Quando sorrimos, sempre há a chance de alguém nos sorrir de volta.
                Pesquisando um pouco sobre o tema e os benefícios de sua prática constante em nossa vida, passamos por melhorias no ambiente de trabalho e até mesmo uma qualidade de vida melhor, que hoje em dia é algo tão em voga.
                O dicionário nos define humor como disposição de espírito; veia cômica; ironia delicada e alegre; graça. As pessoas muitas vezes não sabem, mas uma boa gargalhada ativa todos os sistemas e aparelhos do nosso corpo, o que faz com que o ser em si, seja em seu ambiente profissional ou não, se sinta mais aliviado e menos tenso.
                A rotina estressante do mundo atual e a cobrança do mercado são muito intensas, e motivos para não rir e viver com a cara fechada existe aos montes. A questão é que você tem duas opções de encarar tudo isto. E convenhamos, com alegria e bom humor é sempre muito melhor e mais fácil de enfrentar as dificuldades e dissabores.
Por exemplo, vamos pensar um pouco em relação ao ambiente de trabalho. Investir em nosso bom humor como forma de melhorar nossas atividades e o clima que nos rodeia neste ambiente pode ser o primeiro passo para nos livrar dos mais estressados. Algumas empresas investem em programas para que seus funcionários venham a adquirir o hábito de sorrir sempre, buscando assim no sorriso a solução para muitos problemas pessoais e profissionais.
Para os empresários que ainda não acreditam na estratégia de investir em atividades que busquem melhorar a qualidade do ambiente de trabalho e melhorar o humor e comportamento de seus funcionários, vale a pena ressaltar que estudos recentemente realizados em alguns países, entre eles Estados Unidos, França e Alemanha, revelaram que a cada dólar investido em programas de qualidade de vida no cotidiano de trabalho, o retorno é de $1,2 a mais na questão da produtividade de seus funcionários.
A risada, por mais estranho que pareça, é um ato de natureza psicológica e biológica que nos aproxima de nossos primos, os macacos. Seres humanos costumam gargalhar quando alguém lhe faz cócegas e por outro lado, macacos não acham a menor graça nos quadros humorísticos do Pânico na TV ou Zorra Total, programas da TV brasileira, que hoje destilam um tipo de humor popular e de gosto questionável.
No mundo das risadas, a guerra dos sexos termina em empate. Em outra pesquisa científica, foi comprovado que elas, mulheres, riem 20% a mais do que nós, porém, nós homens conseguimos fazer com que elas dêem risada um maior número de vezes, e talvez até por isso haja um maior número de comediantes homens. Então fica aqui uma dica importante para os marmanjos: se quiser ganhar a moça e conquistá-la, é preciso fazê-la rir na sua companhia.
Outro ponto da mesma pesquisa feita nos Estados Unidos: aqueles anúncios de “procura-se um parceiro para morar em casa ou apartamento”. Grande parte destes anúncios mostra que as pessoas que procuram por um colega de quarto, com primeiras, ou ‘segundas intenções’, desejam que esta pessoa, com quem irão dividir o mesmo espaço, tenha algumas características básicas como limpeza, asseio, sem vícios, e quase sempre que sejam bem humoradas, ou seja, olha o tal do “bom humor” aí de novo...
Isto demonstra a importância que se costuma atribuir ao bom humor na manutenção de uma relação a dois. Em muitos anúncios, as mulheres procuravam homens "divertidos" e "engraçados", enquanto os homens buscam por mulheres bem-humoradas.
A importância do riso e da “prática” do bom humor vai muito além dessa análise. O potencial da risada na saúde ainda não mereceu a devida atenção afirmam alguns especialistas. A conhecida e antiqüíssima frase "rir é o melhor remédio" parece ter cada vez mais sentido para a ciência.
Comparando atitudes corriqueiras da vida de 150 pessoas com histórico de enfarto, com o mesmo número de pessoas saudáveis e que nunca sofreram nenhuma complicação médica, descobriu-se que aquelas que nunca tinham sofrido com problemas do coração eram aquelas pessoas que demonstravam bom humor constante e pouca alteração de comportamento com os altos e baixos de nossa vida. Para evitar problemas cardíacos, cardiologistas recomendam combinar a velha receita de saúde: exercícios físicos regulares e dieta balanceada, com algumas gargalhadas e pitadas de bom humor durante o dia.
O mundo dos espetáculos e do show business também já havia manifestado interesse em descobrir como tirar proveito da combinação entre bom humor e risos. Você já ouviu aquela risada coletiva quando em um programa humorístico o comediante e artista principal “soltou” uma das suas? Pois aquele “hahahaha” em conjunto nos canais de TV no mundo inteiro existe desde 1950, quando um seriado cômico chamado: “The Hank McCune Show” iniciou esta prática de inserir risadas em playback de uma claque especialmente contratada, ao final de cada piada. A invenção foi um sucesso e ainda é praticada atualmente. Sem a claque a risada que você vê na tela de sua TV seria muito menos engraçada e o comediante ainda que muito talentoso sem tanta inspiração.
                Então caríssimos amigos, seja para uma melhor qualidade de vida, um bom relacionamento com alguém do sexo oposto, uma boa saúde, ou um bom ambiente de trabalho, é importante praticar o ato de sorrir, de rir, soltar aquela gargalhada gostosa que vem de dentro. Termino nosso papo virtual lembrando a letra daquele grupo porto-riquenho dos anos 80: ...não se reprima, não se reprima, não se reprima... Sorria sempre e faça de sua vida e da vida daqueles que o cercam um pouco mais feliz e agradável. A gente se fala...

Nenhum comentário:

Postar um comentário