Quem sou eu

Minha foto
Sou casado, pai, cristão, membro e Presbítero da IPB de Cambui, no sul de Minas Gerais. Formado em Pedagogia pela Universidade do Vale do Sapucaí - UNIVÁS, em Pouso Alegre, Pós-Graduado em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Administração e Informática - FAI, em Santa Rita do Sapucaí, e Especializado em Políticas Públicas pela UFSC, em Florianópolis.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Muitas perguntas, uma resposta...


Aquilo que realmente diferencia o ser humano dos outros animais que existem no planeta é nossa capacidade de pensar, nossa inteligência, nossa disposição para aprender e não apenas repetir atitudes. Se bem que ultimamente, com tanta barbárie acontecendo por este mundo afora, nós estamos muito próximos do comportamento dito “animal”.
Há muito tempo o ser humano busca respostas para perguntas simples e outras não tão simples assim... Questões como “quem sou”, “de onde venho” e “pra onde vou” atormentam a mente dos mais inquisidores através dos séculos.
E aí eu te pergunto amigo leitor, por que é tão importante saber de onde venho, ou quem sou, ou qualquer que seja a dúvida semelhante? Na minha humilde opinião, penso que nos questionamos tanto em relação a nossa essência porque gostamos de ser o centro das atenções. Gostamos de falar de nossas virtudes, de nossas conquistas, de nossas aventuras, e quando nos conhecemos melhor, podemos equacionar a relação entre nossos defeitos e virtudes de maneira a nos favorecer, a nos qualificar melhor.
E nesta busca por respostas, o homem utilizou de várias artimanhas. Criou e construiu deuses e templos, procurou em lugares remotos, nos confins do mundo, por aquilo que está mais perto do que imagina. A ciência e o conhecimento também foram ferramentas utilizadas por ele nessa busca, e a filosofia, que significa philos = amigo e sophia = conhecimento, ou seja, amigo da sabedoria, foi a principal delas.
A filosofia nada mais é do que a área do saber que tem como objetivos o abandono à ingenuidade e aos preconceitos do senso comum, o não se deixar guiar pela submissão às idéias dominantes, a busca pela compreensão e a significação do mundo, o conhecer ao sentido das criações humanas nas artes, nas ciências e na política, tudo isso com o intuito de possibilitar a cada um de nós, e à nossa sociedade, os meios para serem conscientes de si e de suas ações numa prática que anseia a liberdade e a felicidade universal.
O conhecimento nos liberta da fragilidade da ignorância sim, porém por mais que o tenha ou o alcance, algumas questões jamais podem ser respondidas sem o auxilio de uma determinada figura, Jesus. Não sou o Roberto Carlos, mas “essa luz, é claro que é Jesus...”. É a partir do momento em que vejo o mundo, bem como a minha própria existência, pela ótica em que existe um caminho, uma verdade e uma vida, e pela lente dos ensinamentos daquele que se despojou de todo e qualquer orgulho, em nome de uma “missão impossível”, morrer por nossos pecados, é que fica mais fácil responder quem sou, de onde venho, e para onde vou...

Quem sou? Ora, todos somos criaturas de Deus Pai, criados à sua imagem e semelhança, com o livre arbítrio para fazer o que bem queremos de nossas vidas, mas também com o mandato cristão deixado mediante os ensinamentos do filho deste Deus, Jesus Cristo, que através do ato mais altruísta já visto, hoje podemos dizer que também somos filhos deste Deus.
De onde venho? Até que olhemos com o coração e a alma por esta ótica cristã, além de simplesmente ver a vida e as coisas que nos rodeiam, nós somos oriundos de um caminhar de incertezas, de dúvidas, de medos, e que a partir deste encontro com Deus, os problemas não acabam ou desaparecem como num passe de mágica, as vitórias e conquistas não se tornam mais ou menos constantes, mas sim a certeza de que no caminhar não estamos mais sozinhos, Ele é fiel e justo para conosco. 

E por último, pra onde vamos? Essa, nem Diderot, nem Pascal, nem Sócrates, nem Casagrande, nem Biro-Biro, podem responder... Disse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.”. A vida eterna, a salvação, a consumação de tudo que Jesus pregou e ensinou é o destino daquele que entrega sua vida à um relacionamento com Ele. Deus abençoe sua semana imensamente, e dê as respostas que você tanto procura. A gente se fala...

Nenhum comentário:

Postar um comentário