Quem sou eu

Minha foto
Sou casado, pai, cristão, membro e Presbítero da IPB de Cambui, no sul de Minas Gerais. Formado em Pedagogia pela Universidade do Vale do Sapucaí - UNIVÁS, em Pouso Alegre, Pós-Graduado em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Administração e Informática - FAI, em Santa Rita do Sapucaí, e Especializado em Políticas Públicas pela UFSC, em Florianópolis.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Não se preocupe nada vai dar certo...


Não meus amigos leitores do Blog Papo Virtual, minha intenção esta semana não é fazer uma crítica ou análise sobre o filme dirigido por Hugo Carvana e protagonizado pelo maravilhoso Tarcísio Meira, mas sim pegar a deixa do título desta película e fazer uma correlação com um tipo de pessoa muito comum, com quem com certeza convivemos, que é aquela sempre pessimista, que aguarda sempre o pior, nunca as coisas vão bem, não enxerga solução em nada e de certa forma afetam os que estão a sua volta.
Pessoas que mais parecem a hiena Hardy, personagem de um conhecido desenho animado, cuja característica era sempre achar que tudo vai mal e a tendência é só piorar, carregados de pessimismo e descrença: “Oh céus, oh dia, oh azar, isso não vai dar certo...”.
                 Seja no ambiente de trabalho, seja com nossa família, seja até mesmo no futebol com os amigos, sempre tem aquele colega ou amiga ou parente que você ao encontrar, pergunta: “E aí, tudo bem? Como vão as coisas?”, a resposta recebida te faz até mesmo se arrepender de ter perguntado. A partir de sua pergunta, vem uma enxurrada de dificuldades, lutas, adversidades desabafos e reclamações que faz com que seus problemas pareçam ‘fichinha’ perto das lamentações do indivíduo.
                O detalhe em questão não é a pessoa ter problemas, ou mesmo querer se abrir e pedir ajuda ou orações a seu amigo, mas sim a maneira como reagimos a estas situações. As crises, dificuldades, problemas aparecem e sempre irão aparecer em nosso caminho, e estes nos fazem crescer, evoluir, ir adiante. Jesus não disse que nossa vida seria fácil, ou simples, mas sim que nós fizéssemos todo o esforço possível para entrar pela porta estreita...
Viver não é fácil, exige coragem, força e determinação, exige fé, amor, confiança... A vida é uma sucessão de batalhas... Mas viver é o maior presente que poderíamos receber. O dom da vida que recebemos de Deus é o mais precioso que temos... Por isso devemos ter bom ânimo, mesmo quando as coisas parecem não ir tão bem. Como fazer isso? Simples, basta lembrar que nossa esperança está em Deus: “Espera pelo Senhor, tem bom ânimo e fortifique-se o teu coração; Espera, pois, pelo Senhor"(Salmo 27:14). 
Nosso Deus é fiel e justo e nunca nos abandonou, nem o fará. Muitas vezes permite que nós passemos por certas situações para que ‘vejamos além do que vemos’... Para que cresçamos como pessoas e como seus filhos. E devemos tranqüilizar nosso coração porque Deus está atento às nossas necessidades, e sempre suprirá aquilo que é necessário. Não é preciso desesperar, muito menos descrer nas promessas de nosso Pai Eterno. Confia em Deus, e o mais Ele fará... Ótima semana, obrigado pelos emails e mensagens, a gente se fala...

Nenhum comentário:

Postar um comentário